Manual de Criação - Clube Paulista do Labrador 

Regulamento de Criação

 
Solicite aqui a avaliação do seu Labrador
 

1.1  OBJETIVO:

Orientar criadores, a melhoria da raça com uma criação coerente, sem desvios, porém respeitando o ponto de vista.
É fundamental a busca do padrão da raça LABRADOR RETRIVER, visando melhoria em relação à estrutura, capacidade de trabalho e função e seu temperamento.
Oferecer  recursos para que os criadores comparem,  se instruam e se norteiem.
 
1.2  PRÉ-REQUISITOS:

Possuir pedigree registrado a CBKC.

Os cães devem estar em perfeitas condições físicas, nutricionais e de saúde.

Os cães devem possuir microchip de identificação.

O criador deve estar disposto a efetuar os exames de saúde.

1.3  AVALIAÇÃO DE MARTIZES E PADREADORES DA RAÇA LABRADOR RETRIVER

Definitiva: Idade mínima 18 meses fêmea e 24 machos.

Preliminar: somente machos, idade mínima 12 meses (serão apresentados os exames preliminares)

O cão deverá ser avaliado pela comissão de criação (de experiência comprovada), devidamente cadastrado no CPL, recebendo, assim, uma súmula de seleção detalhada, contendo a descrição do cão, expressando suas qualidades e defeitos e caso haja necessidade, contendo também a indicação de possíveis restrições como também a indicação para acasalamentos, levando em conta o fenótipo e /ou genótipo do animal.
Será avaliado o conjunto do cão parado (stay): altura da cernelha em centímetros, profundidade de peito, peso em kg, considerações quanto à pelagem, pigmentação, proporções, ossatura, arqueamento de costelas, musculatura, cabeça, olhos, linha de dorso, cauda, angulações, ligamentos, aprumos e harmonia de todo o conjunto, tipicidade, expressão, características do sexo. Os machos devem ser inspecionados e possuir os dois testículos (anotado na súmula).
Será avaliado o conjunto do cão em movimentação: em passo normal e trote. Visto de lado, deve-se avaliar o alcance e cobertura do solo, comportamento de dorso, garupa e cauda. Visto de frente deve-se avaliar o paralelismo e aprumos do trem anterior e a posição e abertura dos cotovelos. Visto de trás, deve-se avaliar paralelismo, comportamento e aprumos do trem posterior, postura dos jarretes.
Será avaliado e anotado o temperamento do cão (exemplo: alegria excessiva, alegre, vivaz, atento, tímido, timidez excessiva, agressividade ou medo).
Após a fase anteriormente descrita, o animal receberá a indicação do grau de seleção, que será dividido conforme segue:

A)    SELECIONADO I DEFINITIVO (avaliação quanto ao fenótipo):

Para criação: receberão esta classificação aqueles cães que não possuam defeitos desqualificantes e que possuam tipo, tamanho, profundidade de peito, linhas superior e inferior, coloração e pigmentação adequadas. Tórax em barril, cauda   de        lontra, mordedura completa e em tesoura.

Os cães acima dos 18 meses que tiverem resultados até 3º lugar em exposições especializadas, (juiz criador reconhecido pelo CPL) obtendo a qualificação excelente, receberão automaticamente a classificação SELECIONADO I, sendo aproveitada a súmula efetuada pelo juiz que o julgou.

B) SELECIONADO II PROVISÓRIO (avaliação quanto ao fenótipo):
(com restrição de 02 acasalamentos para machos e 01 para fêmeas)

Receberão esta classificação machos com idade inferior a 24 meses ou aquele cães que não possuam defeitos desqualificantes, mas que não atinjam algumas das descrições citadas no item SELECIONADO I, em níveis adequados ou que não sejam bem pronunciados. Ressalte-se que esta classificação é indicada aos cães que, apesar de não possuírem o fenótipo adequado, no moldes SELECIONADO I, possuam linha de sangue que tenha algo a contribuir para raça, levando em conta a criação atual.
O avaliador que conceder esta classificação a um cão terá obrigatoriamente que indicar suas restrições e indicações, com intuito de orientar o criador/proprietário quanto ao acasalamento que entenda ideal para aquele cão.
O cão que receber a classificação de “SELECIONADO II PROVISÓRIO" e que obtiver um resultado excelente (descrito em sumula) de ao menos 2 (dois)  de seus filhos em exposição especializada (reconhecida pelo CPL) terá o direito de requerer a classificação “SELECIONADO I”, tendo como argumento a sua capacidade prática de reproduzir um cão típico.
Depois de selecionado, o cão passará ao segundo nível de classificação, de competência do veterinário cadastrado junto ao CPL
 
C) RECUSADO PARA CRIAÇÃO:

Serão recusados aqueles cães que possuam qualquer defeito desqualificante ou aqueles que não atinjam as indicações adequadas ou atípicos com base no padrão da  raça.
 
1.4  CLASSIFICAÇÃO:

Somente para cães selecionados, todos os laudos (cópia autenticada) serão entregues no ato da seleção

CERTIFICADO STUD DOG: Qualifica o reprodutor quanto a saúde e oferece informações para acasalamento.

CERTIFICADO BROOD BITCHES: Qualifica a matriz  quanto a saúde e oferece informações para acasalamento.

CERTIFICADO STUD DOG/ BROOD BITCHES « : (1 Uma estrela é a primeira graduação a ser indicada pelo CPL com um leve nível de exigência) recebe esta classificação aquele cão que possua somente 1 (um) exame RX de displasia (coxofemoral) grau “A” “B” “C”, nos moldes do estatuto do CPL.
 
CERTIFICADO STUD DOG/ BROOD BITCHES ««: (2 Duas estrelas é a segunda graduação a ser indicada pelo CPL com um moderado nível de exigência) recebe esta classificação aquele cão que possua 2 (dois) exames RX de displasia (coxofemural) grau “A”, “B”  e RX displasia cotovelo grau NORMAL “0”, “I” , nos moldes do estatuto do CPL.
 
CERTIFICADO STUD DOG/ BROOD BITCHES «««: (3 Três estrelas é a terceira graduação a ser indicada pelo CPL com um alto  nível de exigência recebe esta classificação aquele cão que possua os seguintes exames: RX de displasia (coxofemoral) tendo grau “A” , “B” e RX isento da displasia de cotovelo grau NORMAL “0”, “ I ” e laudo genético PRA(atrofia progressiva da retina) nos moldes do estatuto do CPL.
 
CERTIFICADO STUD DOG/ BROOD BITCHES ««««: (4 Quatro estrelas e a quarta graduação a ser indicada pelo CPL com um alto  nível de exigência, onde temos também informações que ajudam os criadores a planejar e embasar os acasalamentos) recebe esta classificação aquele cão que possua os seguintes exames:RX de displasia (coxofemoral) grau “A”, “B” e RX isentos da displasia de cotovelo grau NORMAL “0” ou livre e exames PRA genético grau CLEAR ou CARRIER, exame  VetGen (determina a cor) moldes do estatuto do CPL
 
CERTIFICADO STUD DOG/ BROOD BITCHES «««««: (5 cinco estrelas é a quinta e máxima graduação a ser indicada pelo CPL com um altíssimo nível de exigência, onde temos também informações que ajudam os criadores a planejar e embasar os acasalamentos) recebe esta classificação aquele cão que possua os seguintes exames:RX de displasia (coxofemoral) grau “A” e RX isentos da displasia de cotovelo grau NORMAL “0”,  ou livre e exames PRA genético grau CLEAR, exame de VetGen (determina a cor), exame clinico de fundo de olho, EIC genético, exame clinico Ecocardiodopler e exame de DNA determina seu código genético  nos moldes do estatuto do CPL
 
Em todas as classificações serão impressos os resultados dos exames.

Para requerer estas este tipo de classificação, o criador/proprietário terá que enviar os exames acima descritos (autenticado) ao CPL, que os encaminhará a um dos veterinários cadastrados pelo clube, que então emitirá o laudo oficial do clube. O criador/proprietário pode optar também por fazer os exames diretamente com o veterinário cadastrado, obtendo automaticamente o laudo oficial.
 
1.5  AVALIAÇÕES E VERIFICAÇÕES:

As avaliações e verificações ocorrerão em exposições ou qualquer outro evento do CPL, O proprietário/criador (associado CPL) de um labrador retriever deverá acompanhar a divulgação das datas ou caso esteja em São Paulo solicitar junto ao CPL um verificador (membro da comissão de criação), para  avaliar seu cão e requerer o título “SELECIONADO”.
As ninhadas obtidas de pais “SELECIONADOS” poderão, receber o título de “FILHOTE DE PAIS SELECIONADOS”  com certificados individuais para cada filhote constando os dados de registro do mesmo e também os dados dos pais inclusive a qualificação.
 
1.6 RECONHECIMENTO:

Os reconhecimentos tanto de “SELECIONADOS” como de “FILHOTE DE PAIS SELECIONADOS” serão efetuados através de certificados individuais.
Não receberão o reconhecimento do CPL aqueles animais que não possuam nenhum tipo de avaliação ou que não tenham seguido as normas do clube e também aqueles animais que comprovadamente transmitam características indesejadas aos seus descendentes. Da mesma forma, aqueles animais que já possuam o título, poderão tê-lo caçado pelo CPL, com o fim de manter a integridade da entidade.
Todas as anotações correspondentes às certificações ficarão em posse e responsabilidade do CPL.
 
Os títulos emitidos pelo CPL estão diretamente ligados à integridade do clube e terão a assinatura do membro da comissão de criação responsável e do presidente do clube.
 
1.7   CREDENCIAMENTO DE CENTROS DE DIAGNÓSTICOS:

Serão credenciados/indicados  Centros de Diagnósticos para validar os exames enviados sendo assim daremos credibilidade aos exames pois foram laudados por especialistas evitando possíveis enganos em avaliações e nomenclaturas etc.
Aqueles locais onde não existem centros de diagnósticos especializados deverão enviar os exames a comissão de criação do CPL para que o mesmo seja avaliado.

1.8 REPRODUTOR/MATRIZ  (STUD DOG/ BROOD BITCHES):

Considera-se apto à reprodução todo aquele cão (macho ou fêmea) que foi submetido e aprovado nas avaliações do CPL.
 
1.9 CRIADOR:

Considera-se criador toda pessoa dedicada à criação da raça LABRADOR RETRIVER, participante ativo, proprietário de fêmea e de um canil devidamente registrado junto a FCI/CBKC, com ao menos uma ninhada registrada em nome do seu canil.
 
2.0.   CLASSIFICAÇÃO DO CRIADOR:

BEGINNER BREEDER (criador iniciante): criador com até 05 anos comprovados na criação, em plena atividade participante de exposições especializada reconhecida pelo CPL da raça LABRADOR RETRIVER.
 
APRENDINZ BREEDER (criador aprendiz): criador com mais de 05 anos comprovados na criação de LABRADOR RETRIVER tendo registrado ao menos 5 ninhadas no período, e que tenha obtido resultados positivos com quais quer cães de sua criação a partir da classe aberta em exposições especializadas reconhecida pelo CPL com qualificação excelente / muito bom.
 
BREEDER (criador): criador com mais de 10 anos comprovados na criação de LABRADOR RETRIVER tendo registrado ao menos uma (10) ninhadas no período e que tenham obtido primeiro lugar de classe em especializadas reconhecida pelo CPL com quaisquer cães de sua criação, a partir  da classe aberta com qualificação excelente e submetido ao menos um cão a avaliação do CPL e obtido selecionado I com qualificação 3* (três estrelas).
 
EXPERIENT BREEDER (criador experiente): criador  que tenha cumprido as fazes anteriores com mais de quinze anos na criação de LABRADOR RETRIVER tendo registrado ao menos 15 ninhadas no período, e que tenham obtido resultados BIS ou reserva de BIS ou selo TOP Quality com quaisquer cães de sua criação a partir da classe aberta em exposições especializadas reconhecida pelo CPL com no mínimo 40 cães.
 
ADVANCED BREEDER (criador avançado): criador com mais de 15 anos na criação de LABRADOR RETRIVER tendo registrado mais de 15 ninhadas no período, e que tenham obtido ao menos 2 (dois) resultados BIS ou reserva BIS ou selo TOP Quality com quaisquer cães de sua criação a partir da classe aberta em exposições especializadas reconhecida pelo CPL com no mínimo 40 cães.
 
TOP BREEDER (criador altamente avançado): esta é uma qualificação a qual será indicada ao criador por outros 5 cinco colegas criadores BREEDER, como forma de reconhecimento ao trabalho de criação, titulo este que só poderá ser indicado a partir da fase EXPERIENT BREEDER.
 
O criador deverá cumprir as fazes anteriores para receber/requerer a próxima qualificação.
As classificações anteriores serão concebidas após avaliação e postas em votação pela diretoria CPL e comissão de criação.
 
O criador que não tenha obtido o número de ninhadas estabelecidas nos itens anteriores deverá ser avaliado e classificado conforme sua performance, resultado e participação em exposições homologadas pelo CPL. Todo membro do clube será avaliado e votado pela diretoria do CPL, colocando em julgamento seu comportamento e participação perante o clube, qualidade de seus reprodutores e de suas crias.
Para comprovar o tempo de criação o criador devera fornecer um pedigree CBKC original juntamente com copia para arquivo,   onde conste o seu nome como criador assim comprovando data do inicio na criação formal!
 
2.1 ORIENTADOR

Denomina-se ORIENTADOR pessoa física proprietária de um canil registrado CBKC criadora da Raça LABRADOR, com mais de dez anos (10 anos) de criação atuante e voltada ao LABRADOR, que tenha sido indicada por 5 cinco orientadores e autorizado  e intitulado ORIENTADOR pela comissão de criação.
 
O ORIENTADOR tem por sua vez a função de aconselhar na formação de plantel, encaminhar, tirar duvidas,  apresentar linhas de sangue aos seus orientados.
Qualquer criador que se julgue apto e tenha mais de 10 anos de  experiência na raça LABRADOR e tenha indicação de 5 orientadores,  pode requerer ao CPL a avaliação da comissão de criadores o titulo de ORIENTADOR.
 
O ORIENTADOR poderá ou não ter vinculo comercial com seu orientado.
 
2.2 DIREITOS E DEVERES DOS CRIADORES DA RAÇA LABRADOR RETRIVER:

É dever de todo criador:

A reprodução única e exclusivamente de cães sadios, livres de defeitos ou faltas desqualificantes;
Contribuir e estudar a raça e suas linhas de sangue;
Divulgar o CPL e suas atividades;
Oferecer informações claras e verdadeiras do seus cães e canil para não induzir terceiros ao erro.
 
É de direito do criador:

Cobrar do CPL informações e auxílio, a fim de que seus passos caminhem para o melhoramento da raça;
Levar ao conhecimento do CPL qualquer atitude que julgue duvidosa.
 
2.3 DIREITO E DEVERES DO CPL AOS SEUS ASSOCIADOS:

É de direito do CPL: cobrar os deveres de seus associados e colocar sob votação do conselho desta entidade, caso julgue necessário.

É dever do CPL: orientar e transmitir informações atualizadas ao criador.

É dever do CPL: fiscalizar, corrigir e instruir o criador.

2.4 DIREITO E DEVERES DOS DIRETORES, DIRIGENTES, COMISSÃO DE CRIADORES E PRESIDENTE:

É dever levar ao conhecimento dos seus dirigentes qualquer atitude que julgue duvidosa, a fim de que haja uma decisão do clube no sentido de se tomarem às providências necessárias a uma solução do problema, sempre através de votação.
 
2.5 AVALIAÇÕES, RECURSOS:

Todas as avaliações do CPL que são de competência da comissão de criação comissão de ética, membros da diretoria, médico veterinário e presidente, deverão ser examinadas com o máximo zelo e critério, pautando suas decisões com o maior senso e espírito de justiça, respeitando a moral de seus diretores, colaboradores e associados, buscando o interesse geral e da coletividade e a integridade do CPL, tendo como único e exclusivo objetivo a raça LABRADOR RETRIVER.
 
Recursos: todo aquele que não concordar com alguma das avaliações solicitadas ao CPL, terá direito a recurso garantido, que será apresentado por escrito o qual será levada à reunião e analisado pelos membros da comissão de criação, comissão de ética, diretoria, médico veterinário (caso o recurso seja a respeito da avaliação da saúde  de um cão) e presidência e será posto em votação, após o conhecimento  do teor do recurso pelos membros avaliadores, sendo que tal recurso poderá ser deferido ou indeferido por voto secreto da maioria absoluta.
 
COMISSÃO DE CRIAÇÃO

Adriana Nannini Sambi
Alexandre Carvalho Chanan
Guilherme L. Oliveira de Noronha
Marcos Galvão Rossi
Patricia Richard Montenegro
Rolando M. Priviero JR

ESTE MANUAL SERÁ COLOCADO EM PRATICA E TERÁ UM PERÍODO EXPERIMENTAL DE 1 UM ANO E ADAPTAÇÃO DE 6 SEIS MESES PARA QUE OS CRIADORES SE ADEQUEM!

É UM PRIMEIRO PASSO PARA A ORGANIZAÇÃO E MORALIZAÇÃO DE UMA RAÇA TÃO IMPORTANTE! O LABRADOR MERECE E TEMOS CRIADORES COMPETENTES PARA TAL!